Fale Conosco 66 3410-2700

Primeira Semana de Saúde Integral

A primeira semana após o nascimento é fundamental na vida do bebê e de sua mãe. Ambos precisam de atenção, de cuidados e de muito afeto.

A mãe e o recém-nascido devem ser acolhidos e orientados por profissional da Unidade Básica mais próxima da residência da família, na primeira semana após a alta da maternidade, para garantia do direito aos cuidados com a saúde.

O retorno da mãe após o parto e o primeiro contato do bebê com a equipe de saúde é de fundamental importância, pois é a oportunidade de criar vínculos com a equipe de saúde, proporcionando um melhor acompanhamento da saúde da mãe e do bebê.

Direitos da mulher no pós-parto:

  • Ter estabilidade no emprego até cinco meses depois do parto;
  • Ter licença-maternidade de 120 dias;
  • Ter dois descansos especiais, de meia hora cada, durante a jornada de trabalho para amamentar o bebê;
  • Realizar consulta, que deverá ser agendada pela Unidade Básica de Saúde onde foi feito o pré-natal, nos primeiros 10 dias após o parto. Nesta consulta, você será examinada, ouvida e orientada quanto aos principais cuidados com a sua saúde e do seu bebê. É a oportunidade de tirar todas as dúvidas;
  • Lembre-se: caso você sinta dor forte na região genital, febre, sangramento, corrimento vaginal com mau cheiro, dor ao urinar, desânimo, tristeza profunda ou qualquer outro desconforto, não deixe de procurar a Unidade de Saúde;
  • Atenção: o pai tem direito a 5 dias de licença-paternidade a partir da data do nascimento da criança.

No pós parto, a mulher deve ter alguns cuidados com a saúde:

  • Comer alimentos da dieta normal e tomar muito líquido;
  • Amamentar o bebê oferecendo leito do peito todas as vezes que ele quiser. Se as mamas estiverem muito cheias ou “empedradas”, tirar o leite massageando os seios com as mãos;
  • Lavar as mãos com água e sabonete antes das mamadas;
  • Usar sutiã com alças firmes para manter as mamas elevadas;
  • Tomar banho de chuveiro e lavar inclusive a cabeça. Lavar os genitais com água e sabonete;
  • Evitar esforço físico até 15 dias após o parto normal e 30 dias após a cesárea;
  • Não tomar medicamentos sem receita médica.

Avaliação da saúde da criança

O primeiro contato do bebê e de sua família com a equipe de saúde e de fundamental importância, uma vez que se a oportunidade de criar vínculos entre a equipe e a família, proporcionando um melhor acompanhamento da saúde da criança.

A criança deverá ser avaliada por um profissional de saúde, observando-se a existência de sinais de risco, realizando avaliação do estado geral, incentivando o aleitamento materno, orientando sobre os cuidados gerais com o recém-nascido, a aplicação de vacinas e realização do Teste do Pezinho.

Cuidados com a saúde do bebê:

  • Verificação da caderneta da criança;
  • Avaliação do estado geral de saúde (peso, altura, temperatura, entre outros);
  • Avaliação e orientação quanto ao aleitamento materno exclusivo: oferecer somente leite materno até os seis meses de vida;
  • Observação e avaliação da mamada;
  • Realização do Teste do Pezinho para detecção precoce de doenças que podem ser tratadas, evitando complicações para a saúde do bebê;
  • Aplicação das vacinas (BCG e Hepatite);
  • Agendamento de consulta (até 7 dias após o nascimento).

Direitos da mulher:

  • Ser atendida com respeito e dignidade pela equipe de saúde, sem discriminação de raça, orientação sexual, religião, idade ou condição social;
  • Ser chamada pelo nome;
  • Ter o Cartão da Gestante preenchido em todas as consultas;
  • Obter sempre que preciso, declaração de comparecimento a consultas ou exames;
  • Ter um acompanhante a sua escolha durante o pré-natal, pré-parto e pós-parto(Lei 11.108 e Portaria 2.418);
  • Ter direito a licença maternidade.