Fale Conosco 66 3410-2700

Responsabilidade Sócio-ambiental

A Santa Casa Rondonópolis entende como responsabilidade socioambiental todas as ações que desenvolve visando o bem estar dos seus colaboradores e clientes, sempre priorizando a boa relação com o meio ambiente. Diante desta postura, executa várias ações que podem ser vistas abaixo:

PLANO DE GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS DE SERVIÇO DE SAÚDE (PGRSS)

O plano de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde da Santa Casa Rondonópolis tem por objetivo, contemplar as quantidades e características dos resíduos gerados, classificação, condição de segregação, acondicionamento, armazenamento, transporte, tecnologias de tratamento, formas de disposição final e programas de controle (redução, reutilização e reciclagem), objetivando as práticas e procedimentos compatíveis com a legislação e normas técnicas pertinentes.

Os resíduos gerados no estabelecimento são segregados na fonte geradora, acondicionados de acordo com as suas características e classificação que são:

Resíduos infectantes (Grupo A): Resíduos que apresentam risco potencial à saúde e ao meio ambiente devido à presença de agentes biológicos. Estes resíduos são acondicionados em sacos plásticos cor branca e lixeiras com a simbologia infectante. Ex.: Material descartáveis de uso hospitalar como: equipo, torneirinha, gases, algodão, ataduras, chumaço, coletores, sondas, luvas ,resíduos provenientes de pacientes em isolamento.

Resíduos (Grupo B): Resíduos com risco químicos. Apresentam risco potencial à saúde pública e ao meio ambiente devido às suas características próprias; tais como: corrosividade, reatividade, inflamabilidade, toxicidade, citogenicidade e explosividade.

Resíduos comuns (Grupo D): Resíduos que não apresentem risco biológico, químico ou radiológico à saúde ou ao meio ambiente, podendo ser equiparados aos resíduos domiciliares. São acondicionados em sacos plásticos na cor preta, lixeiras identificadas. Ex.: Papel de uso sanitário, papel toalha, papel carbono, resto alimentar, sobra de alimento e do preparo do alimento, resíduos provenientes das áreas administrativas e resíduos de varrições e podas de árvores.

Os resíduos recicláveis são acondicionados em sacos plásticos transparentes e lixeiras com símbolo da reciclagem nas cores de acordo com os materiais: amarela (metal: latas, latinhas de refrigerantes); vermelho (plástico: embalagem plástica, materiais em PVC, garrafas PET); azul (papel e papelão).

Resíduos infectantes (Grupo E): resíduos perfuro cortantes ou escarificantes. São acondicionados em recipientes com paredes rígidas devidamente identificados com a simbologia infectante, seguindo aos parâmetros referenciados na norma NBR 13853/97 da ABNT, tais como: lâminas de barbear, agulhas, scalpes, ampolas de vidros, brocas, limas endodônticas, pontas diamantadas, lâminas de bisturi, lancetas, e outros similares.

A Santa Casa de Rondonópolis busca sempre utilizar meios para que consiga no final de cada trabalho, minimizar a produção de resíduos, proporcionando um encaminhamento seguro e eficiente, visando à proteção dos trabalhadores, clientes, visitantes, da saúde pública e do meio ambiente.

QUEM CUIDA TAMBÉM MERECE SER CUIDADO

Grupo que oferece aos colaboradores da instituição apoio e orientação psicológica, a fim de acolher as demandas de ordem pessoal e profissional. Tem como objetivos específicos realizar apoio psicológico aos colaboradores, realizar rodas de conversa com os colaboradores, amenizar o sofrimento psíquico dos colaboradores, abordar temas pertinentes a rotina de trabalho e pessoal e contribuir com o melhor desempenho pessoal e profissional do colaborador.

PROGRAMA SAÚDE E NUTRIÇÃO

Através de uma parceria com o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do Adulto e Idoso da UFMT-CUR, a Santa Casa Rondonópolis disponibiliza ao colaborador o acompanhamento nutricional personalizado, prezando assim pela qualidade de vida de seus colaboradores.

GINÁSTICA LABORAL

Através do Setor de Segurança do Trabalho, semanalmente, uma fisioterapeuta realiza ginástica laboral nos departamentos com o objetivo de promover a saúde do colaborador e evitar doenças laborais.

OUTUBRO ROSA E NOVEMBRO AZUL

Através de uma parceria entre a Gestão de Pessoas e o Depto de Comunicação, são realizadas ações voltadas ao público interno e externo mostrando a importância da prevenção do câncer.

GRUPO DE APOIO AO PACIENTE COM CÂNCER

Desenvolvido pela Psicologia Assistencial, tem como objetivo motivar os pacientes em tratamento com câncer através de dinâmicas de grupo e artesanato.